Prefeitura Municipal de Vitória

Atalhos de teclado:


Escola Técnica do SUS

A Escola Técnica do SUS oferece oportunidades de estudo e pesquisa nas áreas de saúde. Com o objetivo de aperfeiçoar os serviços da rede de saúde do município, oferta cursos profissionalizantes, cursos livres nas áreas da Gestão e da Atenção, cursos em parcerias com instituições de ensino superior e ações de Educação Permanente em Saúde.

Escola técnica do SUS contribui para formação de servidor da saúde

Marcos Salles

Fachada da Escola Técnica de Formação profissional de Saúde

Criada pela Prefeitura de Vitória por meio do Decreto Municipal nº 14.919, de 13 de dezembro de 2010, a Escola Técnica e Formação Profissional de Saúde Professora Ângela Maria Campos da Silva (ETSUS-Vitória) tem como principais objetivos avançar na qualificação dos profissionais de saúde e fortalecer o Sistema Único de Saúde (SUS).

A ETSUS-Vitória ocupa um edifício de cinco andares e possui auditório com capacidade de 140 lugares, seis salas de aula com capacidade para 40 alunos cada e três laboratórios, sendo um de informática com capacidade para 23 pessoas e dois de práticas de saúde. A estrutura permite atender em média 400 pessoas por dia, dentre servidores municipais, trabalhadores da rede de serviços públicos, privados e comunidade.

A organização oferta cursos profissionalizantes, cursos livres nas áreas da Gestão e da Atenção, cursos em parcerias com instituições de ensino superior de Pós-Graduação Lato Sensu e ações de Educação Permanente em Saúde.

Confira aqui a programação anual

Última atualização em 11/03/2015

Voltar para o topo

Conheça os tipos de formação oferecidos pela ETSUS-Vitória

Elizabeth Nader

Projeto Sirio Libanês no auditório da ETSUS

A ETSUS-Vitória promove a Formação Técnica de Nível Médio, prioritariamente para os trabalhadores do Sistema Único de Saúde (SUS).

O objetivo é formar profissionais da saúde para a adequada qualificação e valorização profissional, com visão crítica, reflexiva na perspectiva de uma organização e democratização do acesso às informações oferecidas e definidas pelas políticas educacionais e de saúde, tendo em vista as necessidades de desenvolvimento do SUS.

Além de cumprir um papel social, considera valores como a democracia, a humanização e a inclusão e tem como pressupostos pedagógicos a articulação com o trabalho, o currículo integrado e as metodologias ativas, de forma a contextualizar os conhecimentos de maneira significativa, concreta e crítica.

A sustentabilidade técnica e política da Escola está amparada no Artigo 200, inciso III da Constituição Federal do Brasil de 1988 e nas Resoluções do CCE de números 3.370/2012, 3371/2012 e 3372/2012 que aprova o funcionamento da ETSUS para a oferta de cursos técnicos de nível médio.

Educação Permanente

Outra formação é a Educação Permanente em Saúde (EPS), que parte da aproximação do mundo da formação com o do trabalho. Compreende que para produzir mudança na realidade do trabalho e do trabalhador é necessário problematizar a realidade. Para se produzir essa mudança muitas estratégias podem ser utilizadas e neste caso, a atualização técnico-científica é apenas um dos aspectos da transformação das práticas.

A Educação Permanente em Saúde vem atender aos propósitos expressos na Constituição Federal de 1988, de incluir a formação de profissionais para o SUS como uma de suas funções.  Criada pela Portaria nº 198/GM, em 13 de fevereiro de 2004, que instituiu a Política Nacional de Educação Permanente em Saúde - PNEPS como estratégia para a formação e o desenvolvimento dos trabalhadores a partir dos princípios e diretrizes do SUS (BRASIL, 2004).

No município de Vitória a Educação Permanente em Saúde se dá por meio de um conjunto diversificado de ações das quais destacamos:

  • Atividades formativas - São propostas a partir do levantamento de necessidades locorregionais voltadas à qualificação, atualização e aperfeiçoamento profissional;
  •  Apoio e fortalecimento do trabalho em saúde - por meio da participação dos trabalhadores em colegiados, onde se debatem as relações interprofissionais e o processo de trabalho;
  • Ciclo de Palestras - Ações educativas em que especialistas são convidados a tratar temas da atualidade nas áreas da saúde coletiva, cuidado, gestão de pessoas, trabalho em equipe dentre outros, contemplando profissionais, gestores, instituições de ensino em saúde e a comunidade.

Educação a distância

A ETSUS-Vitória com a perspectiva de ampliar o acesso dos servidores ao conhecimento passou a ofertar, em 2013, a formação por meio da modalidade de Educação a Distância - EAD, que caracteriza o estabelecimento de uma comunicação de múltiplas vias, cujas possibilidades ampliaram-se em função das mudanças tecnológicas e culturais, uma alternativa para superar limites de tempo e espaço, democratizando o acesso ao conhecimento.

O curso apresentado nessa modalidade oferece maior autonomia em relação à organização do ritmo de estudo e exige dedicação e disciplina para realizar as atividades nos prazos estipulados.

Última atualização em 11/03/2015

Voltar para o topo

Integração entre ensino e serviço da rede de saúde

Thalles Waichert

Médico escrevendo no prontuário

A Prefeitura de Vitória desenvolve um modelo de integração entre o ensino, a pesquisa e a rede de saúde do município, estabelecendo Termos de Compromisso com instituições públicas, filantrópicas e privadas.

A Escola Técnica de Saúde é o setor da Secretaria de Saúde responsável pela gestão dos processos de formação, estabelecendo as normas e diretrizes da política do campo de aprendizagem do município.

A ETSUS-Vitória também faz a interlocução com as instituições de nível superior e técnico no que diz respeito às práticas de estágio curricular, internatos, residências médicas e multiprofissionais, visitas técnicas, entre outros.

O objetivo dessa iniciativa é contribuir para a formação dos futuros profissionais e criar o compromisso com a produção de conhecimentos de relevância social no campo da saúde pública.

Acesse o Manual das Práticas de Integração Ensino-Serviço de Vitória

Última atualização em 11/03/2015

Voltar para o topo

Pesquisadores da capital podem realizar estudos em saúde

Elizabeth Nader

Mulher manipulando remédios homeopáticos

A Secretaria Municipal de Saúde (Semus) estabeleceu linhas de pesquisa sobre serviços da rede pública com o intuito de que a produção do conhecimento desenvolvido na capital possa ser revertida em melhorias no serviço de saúde.

As pesquisas solicitadas pelos pesquisadores das instituições de ensino superior e que estiverem em consonância com as linhas estabelecidas serão avaliadas pela equipe técnica, para realização ou não, conforme o Manual de Pesquisa em Saúde.

Fazem parte do manual a Carta de Solicitação do pesquisador ao secretário municipal de Saúde para o desenvolvimento da pesquisa, os documentos necessários e o Fluxograma, que orienta o encaminhamento de projetos de pesquisa, explicitando o caminho de entrada do projeto para análise, parecer e autorização para a sua execução no âmbito dos serviços de saúde do município de Vitória.

Última atualização em 03/04/2017

Voltar para o topo

Acervo é aberto para servidores e cidadãos

Escola Técnica

livros de enfermagem na prateleira

A Biblioteca da Escola Técnica e Formação Profissional de Saúde disponibiliza o seu acervo de livros, periódicos, monografias, DVDs e VHS para empréstimo aos servidores da Secretaria Municipal de Saúde (Semus) e para consulta da comunidade. As informações sobre o acervo podem ser consultadas aqui.

Para fazer o empréstimo dos livros, os servidores da Semus precisam comparecer à biblioteca no período das 8 às 12 horas e das 13 às 17 horas trazendo um documento de identidade e o número da matrícula para o cadastro no sistema. O material poderá ser emprestado por até uma semana, podendo ser renovado pelo mesmo período.

A biblioteca possuiu também seis computadores com acesso à internet e oito cabines individuais para estudo e pesquisa.

Última atualização em 05/08/2014

Voltar para o topo

Onde funciona a Escola Técnica de Saúde

Escola Técnica e Formação Profissional de Saúde Professora Ângela Maria Campos da Silva (ETSUS-Vitória) fica na Rua Maria de Lourdes Garcia, 474, Ilha de Santa Maria, Vitória.

Telefones:

(27) 3222-3591 (Coordenação Pedagógica)
(27) 3132-5194 (Coordenação Administrativa)
(27) 3132-5002 (Biblioteca)
(27) 3222-2611 (Secretaria Escolar)
(27) 3132-5074 (Estágio e Pesquisa)
(27) 3132-5055 (Apoio Técnico e pedagógico)
(27) 3222-3069 (Diretoria)

Última atualização em 14/02/2017

Voltar para o topo

Prefeitura Municipal de Vitória
Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, 1.927
Bento Ferreira, Vitória, ES - CEP: 29.050-945
Telefone: (27) 3382-6000 (Atendimento ao público de 12h às 19h)
Voltar ao topo do site