Prefeitura Municipal de Vitória

Atalhos de teclado:

Acesso rápido

Notícias

Vitória será sede da Associação Internacional das Cidades Educadoras no País

Publicada em 10/08/2017, às 08h00 | Atualizada em 11/08/2017, às 12h34

Por SEGES/SUB-COM | Com edição de Matheus Thebaldi


Leonardo Silveira

Momento de Beleza - Oficina com Cabeleireiros, Massagista, Maquiadores na Escola da Vida

Escola da Vida é um dos espaços que vão ao encontro de uma cidade educadora (Ampliar imagem)

Douglas Schneider

Gibiteca no CMEI Valdivia da Penha Antunes Rodrigues

Associação Internacional das Cidades Educadoras tem proposta de que as cidades se comprometam com a educação cidadã ativa, comprometida e responsável (Ampliar imagem)

Vitória será a sede nacional da Associação Internacional das Cidades Educadoras (AICE), que trabalha para que a educação seja o eixo transversal de todas as políticas locais, tomando consciência e reforçando o potencial educador das atuações e programas de saúde, meio ambiente, urbanismo, mobilidade, cultura e desporto. No período de três anos, a capital irá organizar reuniões, conduzir trabalhos e expandir o número de cidades participantes.

A escolha aconteceu durante encontro da AICE em Santo André (SP), que era a cidade-sede da entidade. São cerca de 500 cidades no mundo ligadas à entidade. No Brasil, são apenas 14 cidades e, no Espírito Santo, apenas Vitória é uma cidade educadora, desde 2013.

"Ter Vitória escolhida entre as quase 500 cidades educadoras do mundo, apenas 14 delas no Brasil, é um fato realmente muito importante e que reflete o momento pelo qual a cidade passa", disse o prefeito de Vitória, Luciano Rezende.

E completou: "Vitória, como sede pelos próximos três anos das Cidades Educadoras Internacionais, é muito mais do que uma ação restrita à educação formal. É um compromisso com a cidade inteligente e cidadã, com a cidade que faz uma gestão corresponsável com seus moradores. Uma cidade cada vez mais justa, mais humana e mais feliz. É uma honra e um destaque realmente merecido por Vitória", salientou Luciano.

O secretário de Gestão, Planejamento e Comunicação, Fabrício Gandini, reforça a importância de ser uma cidade educadora. "Educar é o caminho para que alcancemos as transformações sociais que queremos para Vitória. Devemos articular a Educação num processo cultural para irmos ao encontro de mudanças profundas no nosso cotidiano", afirma.

Realizações

Representando a administração municipal, Alberto Salume, que é coordenador de Informações Integradas da Secretaria de Gestão, Planejamento e Comunicação (Seges), apresentou algumas ações e trabalhos da Prefeitura de Vitória, como Escola da Vida, Rádio-Escola, Papo da Cidade, Zona de Velocidade Segura, projeto Cidadania Fundamental e unidades da rede municipal de educação em tempo integral.

"A educação não se resume à sala de aula. Trabalhamos para democratizar o acesso a todos os bens da cidade, para que cada um dos seus espaços seja fonte de educação e para que todas as pessoas possam viver, desfrutar e emancipar-se, aproveitando ao máximo as oportunidades que a cidade oferece. Ao apresentar a Escola da Vida, por exemplo, foi quase uma unanimidade", disse.

Segundo ele, os trabalhos da Associação Internacional das Cidades Educadoras (AICE) têm a proposta de que as cidades se comprometam com a educação cidadã ativa, comprometida e responsável.


Para dúvidas ou informações sobre os serviços da Prefeitura, ligue 156 ou use o serviço on-line.


Voltar para o topo

Prefeitura Municipal de Vitória
Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, 1927
Bento Ferreira, Vitória, ES - CEP: 29.050-945
Telefone: (27) 3382-6000 (Atendimento ao público de 12h às 19h)
Voltar ao topo do site