Prefeitura Municipal de Vitória

Atalhos de teclado:

Notícias

Plano de metas: ações para reduzir violência contra negros e mulheres

Publicada em 01/08/2018, às 15h20

Por Josué de Oliveira (jgoliveira@vitoria.es.gov.br) | Com edição de Matheus Thebaldi


Josué de Oliveira

Odomodê

A reforma e ampliação do Núcleo Afro Odomodê, no Morro do Quadro, irá ampliar o acesso dos jovens da região aos serviços oferecidos no equipamento

Elizabeth Nader

Fachada da Casa do Cidadão

O Centro de Referência e Atendimento à Mulher em Situação de Violência funciona na Casa do Cidadão

Desenvolver projetos e ações efetivas para reduzir o índice de violência contra a mulher e a população negra. Esse tem sido o trabalhado realizado pela Secretaria de Cidadania, Direitos Humanos e Trabalho (Semcid). A iniciativa faz parte do Plano de Metas 2018-2020, que ajuda a gestão a buscar novos e melhores patamares e alcançar resultados.

A ferramenta conta com 58 metas estratégicas com base em cinco diretrizes: Cidade Inteligente, Cidade Humana, Cidade Saudável, Cidade Justa e Cidade Feliz.

Para alcançar esse objetivo, a Semcid desenvolve diversas ações voltadas para cumprir esse plano. Recentemente investiu na reforma e ampliação do Núcleo Afro Odomodê, localizado no Morro do Quadro. O espaço vai permitir ampliar o acesso dos jovens da região aos serviços oferecidos no equipamento.

O local é equipado com sala de computadores, sala de atendimento individual psicossocial e mais comodidade para a realização das atividades oferecidas aos jovens da comunidade.

Também haverá espaço para oficinas, sala de audiovisual, sala multiuso (oficinas, reuniões de coletivos, local para estudo, reunião comunitária e leitura) e minibiblioteca comunitária.

A secretária de Cidadania, Direitos Humanos e Trabalho, Nara Borgo, lembrou que o Odomodê é um espaço forte, potente, afetuoso e leva políticas públicas para o município inteiro, além de já ser uma referência nacional.

"A nova sede do Odomodê certamente vai contribuir para o fortalecimento da juventude negra. As atividades realizadas lá promovem o empoderamento, ampliam o debate, e ajudam a enfrentar o preconceito por meio do reconhecimento do seu espaço na sociedade. Acreditamos que essa é só uma das muitas ações que já fazemos para contribuir para a redução da violência e atingir, assim, nosso plano de meta".

Violência contra a mulher

As mulheres de Vitória contam com importantes aliados no enfrentamento à violência doméstica. O município oferece atendimento no Centro de Referência e Atendimento à Mulher em Situação de Violência (CRAMSV). E para ter acesso, a mulher pode fazer o agendamento online, o que garante ampliação do atendimento para os bairros de Vitória.

O espaço funciona no Centro Integrado de Cidadania Zumbi dos Palmares, mais conhecido como Casa do Cidadão, em Itararé. Quem precisar do serviço vai poder também programar pelo aplicativo Vitória Online ou pelo endereço agendamento.vitoria.es.gov.br.

O atendimento no Cramsv, no entanto, pode ser feito também presencial, sem a necessidade do agendamento.

Botão do Pânico

Desde 2013, mulheres em Vitória que se sentem ameaçadas por ex-maridos, namorados ou companheiros contam com um mecanismo importante de proteção: o Botão do Pânico.

O dispositivo faz parte de um projeto pioneiro e funciona em parceria com o Tribunal de Justiça do Estado do Espírito Santo (TJ-ES). O objetivo é reduzir os altos índices de violência doméstica registrados na capital.

O equipamento foi distribuído para mulheres que estão sob medida protetiva e pode ser acionado caso o agressor não mantenha a distância mínima garantida pela Lei Maria da Penha. Ele capta e grava a conversa num raio de até cinco metros. A gravação poderá ser utilizada como prova judicial.

O Botão do Pânico também dispara informações para a Central Integrada de Operações e Monitoramento (CIOM), com a localização exata da vítima, para que uma viatura da Guarda Municipal seja enviada ao local. Para garantir agilidade no atendimento ao pedido de proteção, a administração municipal disponibiliza viaturas da Guarda 24 horas.

Saiba mais

O Centro de Referência de Atendimento à Mulher em Situação de Violência presta atendimento às mulheres em situação de violência doméstica, familiar e intrafamiliar em razão do gênero.

Serviço
Centro de Referência de Atendimento à Mulher em Situação de Violência
Horário de funcionamento: de segunda a sexta, das 12 às 19 horas
Telefones: 3382-5464/3382-5465
Local: Casa do Cidadão, avenida Maruípe, 2544, Itararé


Para dúvidas ou informações sobre os serviços da Prefeitura, ligue 156 ou use o serviço on-line.


Voltar para o topo

Prefeitura Municipal de Vitória
Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, 1.927
Bento Ferreira, Vitória, ES - CEP: 29.050-945
Telefone: (27) 3382-6000 (Atendimento ao público de 12h às 19h)
Voltar ao topo do site