Notícias

Guarda Municipal vai começar a atuar na Força-Tarefa da PF no dia 22

Publicada em 12/11/2021, às 17h20

Por Acácio Rodrigues (aafrodrigueseira$4h064+pref.vitoria.es.gov.br), com edição de Andreza Lopes


  • Paz, justiça e instituições eficazes
  • Parcerias e meios de implementação

Jansen Lube/PMV
Assinatura do termo de cooperação técnica para montagem de força tarefa com a Policia Federal

A Guarda Civil Municipal de Vitória (GCMV) vai iniciar, no dia 22 de novembro, as atividades da Força-Tarefa contra o crime organizado junto com a Polícia Federal (PF). É a primeira Guarda no País a integrar a operação. Para realizar as ações, dois agentes foram escolhidos para um curso com a Drug Enforcement Administration (DEA), a polícia de narcóticos norte-americana.

Nesta última quinta-feira (11), foi realizada uma reunião na sede da PF, no bairro São Torquato, em Vila Velha.

"Foi um encontro para explicar as atribuições de cada instituição de segurança e iniciarmos os trabalhos nos próximos dias", contou o gerente de Inteligência da Guarda Municipal, Thiago Reis.

A assinatura do Plano de Trabalho e do Instrumento de Termo de Cooperação-Técnica, por parte da GCMV, ocoreu no dia 20 de setembro, na sede da PF, em São Torquato, Vila Velha.

Força-Tarefa

Coordenada pela Polícia Federal, a Força-Tarefa terá presença de policiais federais que conhecem rotas de entrada de entorpecentes e armamentos no País, além de conhecerem organizações criminosas de estados como Paraná, São Paulo e Rio de Janeiro.

Serão 20 agentes de segurança de todas as forças. Cada órgão participante vai trabalhar integrado, compartilhando informações.

Além da PF e a Guarda de Vitória, vão participar a Polícia Civil, a Polícia Militar, a Guarda de Vila Velha e agentes do sistema prisional capixaba.

Em um imóvel especial para a realização da Força-Tarefa, haverá investigação sobre crimes praticados por organizações criminosas, em especial o tráfico de armas e drogas.

Além de prisão e apreensão, a descapitalização das organizações criminosas será o ponto máximo dessa desconstrução das organizações.


Voltar ao topo da página