Prefeitura Municipal de Vitória

Atalhos de teclado:

Notícias

Vitória investe diariamente na limpeza de galerias e redes de drenagem

Publicada em 16/04/2019, às 18h13

Por Matheus Thebaldi (mgthebaldi@vitoria.es.gov.br) | Com edição de Matheus Thebaldi


Central de Serviços

Limpeza de rede e desobstrução de caixas ralos em Av.   Maruipe

Limpeza de rede e desobstrução de caixa-ralo é realizada de forma permanente

Foto Divulgação

Equipe de limpeza fazendo a desobstrução de bueiros

Serviço de limpeza de bueiros é realizado diariamente

Para garantir o escoamento das águas das chuvas e evitar alagamentos nas vias, a Prefeitura de Vitória, por meio da Central de Serviços, realiza diariamente, inclusive aos finais de semanas e feriados, serviços preventivos e corretivos de desobstrução mecânica e manual nas redes de drenagem do município, além da limpeza dos bueiros.

De 2017 até hoje, já foram investidos mais de R$ 10 milhões em serviços de limpeza das redes de drenagem, incluindo as galerias pluviais e remoção de toneladas de lixo e materiais que não deveriam ser jogados ali.

No entanto, as equipes sempre encontram diversos resíduos descartados irregularmente por parte dos moradores, como garrafas pet, materiais de construção, sacolas plásticas e folhas.

O resíduo que consegue passar pelas grades dos bueiros acabam formando uma espécie de "rolha" dentro das tubulações de águas pluviais, trazendo o risco de entupimento e alagamento para aquele local. A capital conta com 25 mil bueiros e o trabalho segue uma programação semanal.

A varrição das vias e o trabalho de manutenção e desobstrução das redes de drenagem não impedem que, durante fortes pancadas de chuvas, pontos de alagamento apareçam. Para resolver o problema, as equipes ficam de prontidão. As equipes vão até os pontos de alagamento na tentativa de identificar o problema pontual e resolvê-lo de imediato.

Buracos

A operação tapa-buracos é realizada diariamente. Para vistoriar esses equipamentos, a cidade é dividida em nove regiões. Técnicos de nove bases localizadas nos bairros são responsáveis pelas vistorias. Mas a população pode ajudar. A comunicação imediata contribui para manter a segurança nas vias.

O aviso pode partir de uma ligação para o Fala Vitória 156 ou do aplicativo. A sinalização do local é rápida. O reparo é feito em, no máximo, 48 horas.

Defesa Civil

A Defesa Civil mantém um esquema de plantão e vistoria de áreas de risco na capital. Uma equipe do órgão está 24 horas de prontidão para atender a qualquer demanda da população. O munícipe pode acionar o plantão através do telefone (27) 98818-4432.

Aplicativo alerta sobre deslizamento

Em Vitória, os moradores que possuem o aplicativo Vitória Online em seus celulares recebem alertas de deslizamento de terra ou rolamento de rochas em áreas de risco da capital. A ferramenta vai ao encontro do conceito de cidade inteligente.

O alerta faz uma integração com as seis estações que monitoram 38 locais de Vitória. Em caso de estado de alerta, uma notificação é enviada automaticamente para todos os cidadãos que têm o aplicativo e estão localizados dentro de uma área definida pela Defesa Civil em relação ao local monitorado.

Central de Serviços

Operação tapa-buraco

Equipe faz operação tapa-buracos na avenida Alexandre Buaiz (Ampliar imagem)

Central de Serviços

desobstrução Horto

Desobstrução de rede de drenagem é outro serviço feito regularmente

Contenção de encostas

Desde 2013, a Prefeitura realizou 60 obras em área de risco, com investimento de R$ 30 milhões em 33 bairros: Moscoso; Fonte Grande; Grande Vitória, Universitário: Alagoano; Mário Cypreste; Caratoíra; Ariovaldo Favalessa; Gurigica; Consolação; Horto; Cruzamento; Bento Ferreira; Ilha de Santa Maria; Jaburu; Jesus de Nazareth; Fradinhos; Bairro de Lourdes; Jucutuquara; Joana D’Arc; Santa Martha; São Benedito; Bonfim; Conquista; Comdusa; Santa Tereza; Mangue Seco; Forte São João; Centro; Romão; Tabuazeiro; Penha e São Benedito.

Macrodrenagem

Estão concluídas obras nos sistemas de macrodrenagem dos bairros Jardim Camburi, República, Mata da Praia/Morada de Camburi e Jabour. O sistema de macrodrenagem da Grande Maruípe é a maior obra de drenagem urbana da história da capital. O empreendimento, concluído em 2015, foi uma das 29 prioridades apresentadas no Plano Diretor de Drenagem Urbana (PDDU) de Vitória em 2007.

O sistema atende a bacia de drenagem Cândido Portinari, que representa 20% do território de Vitória, onde residem 77 mil moradores em 17 bairros da capital.

Monitoramento

A cidade é monitorada, em caráter permanente, pelo projeto Mapenco (Mapeamento das Áreas de Risco das Encostas do Município de Vitória).

Um dos instrumentos de monitoramento são as estações pluviométricas que monitoram as chuvas nas encostas. A rede de pluviógrafos, que estão instalados em pontos estratégicos de Vitória, registra a quantidade de chuva precipitada em seis áreas da cidade. A cada cinco minutos, os equipamentos enviam de forma automática os índices para um banco de dados, que é controlado e acessado remotamente.

A quantidade de chuva precipitada a cada hora é importante para avaliar o grau de risco de deslizamentos em cada um dos bairros da cidade. Essa avaliação também é automática e o status da área muda de normal para estado de alerta.

Yuri Barichivich

Obra de encosta Joana D´Arc

Desde 2013, a Prefeitura realizou 60 obras em área de risco, com investimento de R$ 30 milhõe

Carlos Antolini

Ação Defesa Civil com Drone no Morro do Jaburu

Defesa Civil mantém um esquema de plantão e vistoria de áreas de risco na capital (Ampliar imagem)


Para dúvidas ou informações sobre os serviços da Prefeitura, ligue 156 ou use o serviço on-line.


Voltar para o topo

Prefeitura Municipal de Vitória
Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, 1.927
Bento Ferreira, Vitória, ES - CEP: 29.050-945
Telefone: (27) 3382-6000 (Atendimento ao público de 12h às 19h)
Voltar ao topo do site