Prefeitura Municipal de Vitória

Atalhos de teclado:

Notícias

Viradão Vitória: 40 mil pessoas curtiram 30 horas de festa e de paz

Publicada em 10/09/2018, às 17h20 | Atualizada em 10/09/2018, às 17h22

Por Leo Vais (levsilva@vitoria.es.gov.br) | Com edição de Matheus Thebaldi


Leonardo Silveira

Viradão Vitória 2018 - Show Herança Negra

(Ampliar imagem)

André Sobral

Viradão 2018

(Ampliar imagem)

O feriado em Vitória foi da cultura. Nos últimos dias 7 e 8 de setembro, a 3ª edição do Viradão Vitória levou para as ruas do Centro Histórico um público de 40 mil pessoas para curtir uma série de atrações nas áreas da música, do teatro, do audiovisual, da literatura, entre outras. 

Nas 30 horas de evento, a Guarda Municipal e outros órgãos de segurança estiveram presentes em vários pontos, garantindo a tranquilidade do público, e não registrou ocorrência alguma.

O trânsito também fluiu bem, sem grandes transtornos para os motoristas por conta das interdições. A limpeza urbana foi mantida e as vias da região amanheceram no sábado (8) e no domingo (9) completamente limpas.

O prefeito de Vitória, Luciano Rezende, destacou o clima de tranquilidade no Viradão.

"O Viradão Vitória 2018 repetiu as duas primeiras edições, em que as únicas ocorrências importantes que nós registramos foram alegria, cultura, arte, solidariedade, paz, muita organização e revitalização do Centro de Vitória. Mais de 40 mil pessoas participaram de forma ordeira. Eu quero agradecer ao povo educado que esteve no Viradão e às equipes da Prefeitura, Guarda Municipal, Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, enfim, a todos os órgãos que estiveram conosco nessa grande organização".

Sucesso

Luciano fez questão de frisar que o sucesso do Viradão. "Deu tudo certo, e foi um evento muito importante porque nós tivemos 30 horas de cultura, arte e música no Centro. Uma cena que não me sai da cabeça é aquele mar de gente na Jerônimo Monteiro, uma avenida que normalmente fica de cheia de automóveis, desta vez com um mar de gente assistindo ao show de um capixaba de Gurigica que está fazendo sucesso no Brasil e no mundo, o Silva. Sucesso total. Estou muito feliz".

Acontecimento cultural

"O Viradão Vitória é o acontecimento cultural do ano porque, além de movimentar a cena artística de forma contundente, movimenta a economia e, acima de tudo, valoriza o Centro Histórico. Harmonia, segurança, alegria e entretenimento somados à arte e à cultura. Um evento que deve ser preservado, repetido, eternizado. Vida longa ao Viradão!", disse o secretário municipal de Cultura, Francisco Grijó.

Casa Porto

A festa começou na Casa Porto das Artes Plásticas com o Mercado Casa Porto e, na sequência, com a apresentação de Dona Onete. A cantora paraense trouxe os sons do norte para Vitória. Quem abriu seu show foi a atriz e escritora Suely Bispo, que declamou um poema para Oxum. O DJ Alien animou o público no sábado.

No sábado, o palco recebeu o Festival de Bandas Novas, que contemplou artistas com até dois anos de carreira. Subiram ao palco Big Band UFES, Moreati, Rodrigo Novo e Gabriela Brown. Encerrando a programação do palco da Casa Porto, a carioca Nina Becker apresentou um show performático. Deb Schulz ainda animou o público com projeto Rap Femme.

Carlos Antolini

Rua 7 Roda de Samba

(Ampliar imagem)

Leonardo Silveira

Viradão Vitória 2018 - Show Gabriela Brown

(Ampliar imagem)

Agentes culturais

Vários agentes culturais do Centro participaram do evento. A Casa da Stael preparou uma programação especial e movimentou a região da rua Sete, que também recebeu o Mercado do Vinil. Na praça Costa Pereira, teve a Feira Sabor e Arte. Também houve apresentação do espetáculo “Pedra” no espaço da Má Companhia.

Videomapping e Viradão Gastronômico

Na avenida Jerônimo Monteiro, o público se encantou com as projeções do coletivo Pixx Fluxx nos prédios da capital. Além disso, o Viradão Gastronômico apresentou uma série de comidas para o público ficar bem alimentado durante todo o evento.

Escadaria do Rosário

O hip hop mobilizou a galera na tradicional escadaria do Rosário. Uma série de DJ’s trouxe o universo do rap antes da apresentação do grupo Suspeitos na Mira, que comemora 25 anos de carreira. Finalizando a programação, uma batalha de MC’s.

Fafi

A Escola Técnica Municipal de Teatro, Dança e Música foi palco de uma série de atrações. Na sexta, Grupo Pimenta Dance Ballet e Arte. Na sequência, os alunos da Fafi brilharam com uma série de coreografias que são resultados das alulas da instituição. Depois foi a vez do coletivo Corpus Kardia, com o espetáculo "Outros: Uma Experiência entre Dança e Performance". Encerrando a noite, a banda Lordose pra Leão, que lotou o espaço e fez o público reviver uma série de sucessos.

No sábado, o espetáculo teatral “Os Sequestrados” abriu a programação. Na sequência, foi a dança de rua que tomou o espaço, com a apresentação “A Rua é Nossa - Mostra de Danças Urbanas”. Depois foi a vez dos ritmos latinos, com o show “30 anos de Resistência”, do Grupo América 4. O clima nordestino encerrou a programação com a apresentação teatral “Ser (Tão)”, do Coletivo Emaranhado, e o show do Forró Bem Ti Vi.

Praça Ubaldo Ramalhete

A música instrumental também teve espaço no Viradão Vitória. A praça Ubaldo Ramalhete foi o palco do jazz, do chorinho e dos virtuoses. Na sexta, Orizzonti Sexteto, Duo Alma, Daniel Tápia e o músico Pedro Alcântara, além da apresentação "Experimento - A Dança que a Cidade Dança", comandaram a festa. No sábado, Fábio do Carmo, o projeto "Chorinho nas Ruas" e o Trio Ventaca encerraram a programação do local.

Praça Oito

O palco da praça Oito começou as atividades com o músico André Prando, um dos destaques da cena local. Na sequência, Silva encantou a multidão com um show que reuniu seus sucessos e as músicas do álbum “Brasileiro”.

No sábado, a Orquestra Pop Jazz prestou uma homenagem ao músico Alexandre Lima, em uma apresentação contagiante, que também contou com sucessos de Tim Maia e Gilberto Gil. Encerrando a programação, o Herança Negra. O grupo, com mais de 20 anos de carreira, que cantou vários sucessos do grupo e acompanhou o lançamento do novo single da banda “Segue o Baile".

Relógio da praça Oito 

A música e a dança tomaram conta do palco localizado ao lado do relógio da praça Oito. O espetáculo da Cia Vitória Street Dance levou a dança de rua para o Viradão. As apresentações de Juliano Rabujah e Joana Bentes trouxeram o lado intimista para o evento. Fechando a primeira noite, a brasilidade de Gustavo Txai. 

No sábado, quem abriu o palco foi o DJ CAZTILLA. Na sequência, foi a vez de Dan Abranches e da performance Corpores. Encerrando o palco, a cantora Gavi, que contagiou o público com um show dançante baseado no repertório autoral.

Parque Moscoso

A criançada ganhou uma programação especial no Parque Moscoso na manhã de sábado (8). O projeto Viagem Literatura abriu a programação com leituras e contação de histórias. O contramestre André Fadini, do Circuito Cultural, fez apresentação de capoeira. Ainda teve o espetáculo infantil “O Capacete Mágico” e o show da banda No Seu Abracinho. A festa também recebeu o “Parabéns para Vitória”, em comemoração aos 467 anos da capital.

À noite, o local recebeu o show Trio Nossos e o recital do músico Léo de Paula, que usou a marimba e o hang drum, um instrumento russo que lembra um disco voador, para executar as canções. No repertório, peças japonesas e um tema intitulado “Variações Carnavalescas”, de Edino Krieger.

Biblioteca

No sábado, a Biblioteca Municipal Adelpho Poli Monjardim recebeu o recital “Verbo Intransitivo”, um projeto lítero-artístico que tem a proposta de difundir a produção de autores capixabas, além de receber o lançamento e relançamento de 12 obras literárias e a banca troca de livros.

Mucane

O Museu Capixaba do Negro “Verônica da Pas” (Mucane) foi palco no sábado de uma roda de samba só de mulheres. O Samba pras Moças trouxe sucessos de grandes intérpretes do gênero. Antes, o Negraô apresentou o espetáculo “Negro de Todas as Cores”. A gastronomia também foi contemplada com as delícias do Ubuntu Quitutes.

Festival de Cinema de Vitória

Um dos festivais de cinema mais importantes do país, o Festival de Cinema de Vitória completou 25 anos dentro da programação do Viradão Vitória. Além da programação audiovisual intensa, com direito a Sessão da Madrugada, o evento contou com um lounge com uma série de shows, com destaque para o bloco Batuquedellas e o show da atriz e cantora Zezé Motta

Leonardo Silveira

Viradão Vitória 2018 - Festival de Cinema de Vitória

(Ampliar imagem)

Leonardo Silveira

Viradão Vitória 2018 - Roda de samba com o grupo Samba Pras Moças

(Ampliar imagem)


Para dúvidas ou informações sobre os serviços da Prefeitura, ligue 156 ou use o serviço on-line.


Voltar para o topo

Prefeitura Municipal de Vitória
Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, 1.927
Bento Ferreira, Vitória, ES - CEP: 29.050-945
Telefone: (27) 3382-6000 (Atendimento ao público de 12h às 19h)
Voltar ao topo do site