Prefeitura Municipal de Vitória

Atalhos de teclado:

Notícias

Trabalho de prevenção da sífilis em Vitória é elogiado pelo Ministério da Saúde

Publicada em 07/11/2018, às 17h12

Por Alexandre Lemos (aljunior@vitoria.es.gov.br) | Com edição de Matheus Thebaldi

Com colaboração de Giovana Rebuli Santos


André Sobral

Reunião Ministério da Saúde

Equipe da Secretaria Municipal de Saúde teve encontro com representante do Ministério da Saúde para tratar da prevenção da sífilis (Ampliar imagem)

Reunião Ministério da Saúde

"Nossa visita hoje é para nos aproximarmos mais, conhecermos as boas experiências", disse Lutigardes Bastos Santana (Ampliar imagem)

A Secretaria Municipal de Saúde (Semus) recebeu a visita de representante do Ministério da Saúde (MS) nesta quarta-feira (7) para acompanhamento do projeto "Resposta Rápida à Sífilis nas Redes de Atenção".

Supervisora do projeto no Espírito Santo e em São Paulo, Lutigardes Bastos Santana explicou o objetivo da visita. "Nossa visita hoje é para nos aproximarmos mais, conhecermos as boas experiências e conversar sobre o que as equipes têm identificado no desenvolvimento do trabalho. Entendemos que essa estratégia de apoio e suporte é potente para o trabalho nos municípios", disse.

Ela destacou o trabalho desempenhado pela Semus. "Eu vi que vocês se empenharam em trabalhar a qualificação dos profissionais. É muito bom ver gestores comprometidos com a causa, dando suporte à equipe para trabalhar".

O projeto "Resposta Rápida à Sífilis nas Redes de Atenção" tem como foco central a redução da sífilis adquirida e a eliminação da sífilis congênita no Brasil. Ele inclui a ampliação e a qualificação do diagnóstico e o aumento da testagem, principalmente nas grávidas.

Capacitação

"O olhar externo é sempre bem-vindo. Investimos em capacitação de toda a rede, integramos as gerências de Vigilância em Saúde e Atenção à Saúde para tratar desse tema. Foi um movimento de toda a rede, todos se comprometeram para dar uma resposta positiva. Além disso, a meta de redução da sífilis congênita integra o Plano de Metas 2018-2020 da PMV", disse a secretária municipal de Saúde, Cátia Lisboa.

Enfrentamento

Além de aderir ao projeto, Vitória também criou o Plano de Enfrentamento da Sífilis para orientar as intervenções que vêm sendo realizadas na capital, de forma a reduzir tanto os casos de sífilis.

Com isso, o índice de sífilis congênita em Vitória está caindo. Em 2017, foram notificados 47 casos, uma queda de 30% em relação ao ano anterior. Em 2018, a tendência é de que esse número também diminua, já que, até o mês de outubro, foram registrados 31 casos na capital.

Ao todo, 365 profissionais de nível superior, como médicos, enfermeiros e farmacêuticos, e 270 profissionais de nível médio e fundamental, como auxiliares e técnicos de enfermagem, de laboratório e agentes comunitários de saúde, já passaram pela capacitação.

Prevenção

A Semus oferta preservativos (camisinhas) masculinos e femininos em todas as unidades como método eficaz para prevenção às infecções sexualmente transmissíveis, como Aids, alguns tipos de hepatites e sífilis, além de evitar uma gravidez não planejada.

Durante a gestação, o casal com diagnóstico de sífilis ou HIV deve usar a camisinha para não transmitir essas doenças para o bebê. Por ano, são realizados, em média, 55 mil testes de sífilis no laboratório municipal e 9 mil testes rápidos nas unidades de saúde.


Para dúvidas ou informações sobre os serviços da Prefeitura, ligue 156 ou use o serviço on-line.


Voltar para o topo

Prefeitura Municipal de Vitória
Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, 1.927
Bento Ferreira, Vitória, ES - CEP: 29.050-945
Telefone: (27) 3382-6000 (Atendimento ao público de 12h às 19h)
Voltar ao topo do site