Prefeitura Municipal de Vitória

Atalhos de teclado:

Notícias

Rosas de Ouro leva tradições capixabas para o Sambão

Publicada em 03/02/2018, às 02h25 | Atualizada em 03/02/2018, às 02h27

Por Melissa Künsch (mwkunsch@vitoria.es.gov.br) | Com edição de Josué de Oliveira


Diego Aves

Desfile da Escola de Samba Rosas de Outro no Carnaval 2018

(Ampliar imagem)

Diego Aves

Desfile da Escola de Samba Rosas de Outro no Carnaval 2018

(Ampliar imagem)

Tradições populares, fé e folclore do Espírito Santo deram o tom do desfile da escola serrana Rosas de Ouro, a terceira a desfilar no primeiro dia do Carnaval de Vitória deste ano. A agremiação trouxe o enredo “Espírito Santo, o Filho Mestiço Deste Gigante Chamado Brasil”.

Com um refrão forte e fácil de ser memorizado pelo público, a escola de Serra Dourada agitou o Sambão do Povo durante sua evolução "Sou Rosas de Ouro e não tem jeito/ nascido e criado pra ser vencedor/ com muito orgulho e muito amor", ecoava o público junto com os intérpretes, que neste ano tiveram a ilustre companhia do carioca Nego, que coleciona passagens por várias escolas do Rio de Janeiro.

Nego não era o único carioca no desfile. A rainha da bateria, Carol Strass, de 28 anos,  também veio do Rio de Janeiro especialmente para desfilar pela Rosas de Ouro. Em sua cidade, ela sai como passista na Salgueiro e como musa na Unidos de Bangu. Apesar de ser apaixonada ela grandiosidade da folia carioca, ela garante ter se encantado com o Carnaval de Vitória.

Diego Aves

Desfile da Escola de Samba Rosas de Outro no Carnaval 2018

(Ampliar imagem)

Diego Aves

Desfile da Escola de Samba Rosas de Outro no Carnaval 2018

(Ampliar imagem)

"Já desfilei aqui em Vitória outras vezes e acho muito gostosa a receção deo público. Por ser um circuito menor em relação o Rio de Janeiro, eu sinto que o público fica mais perto e canta e vibra junto com a gente durante o desfile", disse a beldade de 28 anos, que estava com a fantasia Rainha do Jongo.

Comissão de frente

Logo no início do desfile a comissão de frente, simbolizando o  chegada dos Portugueses ao Estado e o encontro com os índios, já mostrava que o que viria a seguir seria uma "aula" de tradições capixabas enumeradas pelo enredo.

O carro abre-alas, único apresentado pela escola, trazia um enorme índio à frente de uma caravela. Na sequência, alas coloridas e com componentes empolgados foram dando o tom do desfile.

Em meio ao colorido da maioria das alegorias que faziam alusão ao jongo, à folia de reis, e à devoção a São Benedito, as baianas vieram com um ar mais "sombrio". Vestidas com uma roupa preta, elas rodopiavam pela avenida representando  mistérios e as lendas capixabas.

Outro destaque foi a apresentação de duas alas coreografadas, que levantaram o público, que cantava e dançava junto com os integrantes da escola serrana.

"Estamos confiantes que neste ano a escola sobe para o Grupo Especial. As fantasias estão lindas, o samba é contagiante e a escola está muito integrada. Vamos com tudo!", disse empolgada a foliã Jussara Reis, minutos antes da escola receber o sinal verde para a folia. 

Diego Aves

Desfile da Escola de Samba Rosas de Outro no Carnaval 2018

(Ampliar imagem)

Diego Aves

Desfile da Escola de Samba Rosas de Outro no Carnaval 2018

(Ampliar imagem)


Para dúvidas ou informações sobre os serviços da Prefeitura, ligue 156 ou use o serviço on-line.


Voltar para o topo

Prefeitura Municipal de Vitória
Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, 1.927
Bento Ferreira, Vitória, ES - CEP: 29.050-945
Telefone: (27) 3382-6000 (Atendimento ao público de 12h às 19h)
Voltar ao topo do site