Prefeitura Municipal de Vitória

Atalhos de teclado:

Notícias

Organizações capixabas formam Rede de Monitoramento do Vitória Sustentável

Publicada em 06/04/2017, às 12h42

Por SEGES/SUB-COM | Com edição de Matheus Thebaldi


Diego Alves

Apresentação da rede de monitoramento cidadão de vitória

"Rede vai dar transparência aos investimentos e vai fortalecer a participação dos moradores", disse o prefeito Luciano Rezende (Ampliar imagem)

Apresentação da rede de monitoramento cidadão de vitória

Rede de Monitoramento Cidadão vai priorizar e estruturar projetos focados na melhora contínua da sustentabilidade ambiental, urbana e fiscal (Ampliar imagem)

O Plano de Ação Vitória Sustentável, que propõe soluções para o crescimento sustentável da cidade e da Região Metropolitana, avançou mais uma etapa na noite desta última quarta-feira (5). Presidida pela Organização Não-Governamental Espírito Santo em Ação, formada por empresários capixabas, foi criada a Rede de Monitoramento Cidadão, que irá acompanhar os investimentos e intervenções, no total de US$ 1 bilhão, para os próximos 15 anos.

A Rede de Monitoramento Cidadão é composta ainda pela Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), como vice-presidente técnico, o Conselho Regional de Contabilidade do Espírito Santo (CRC-ES), como vice-presidente administrativo, e a Rede Gazeta, como grupo estratégico de comunicação.

"Forma-se aqui uma rede de parceiros altamente qualificados para a tarefa de acompanhar os desdobramentos do Plano. A Rede vai dar transparência aos investimentos e vai fortalecer a participação dos moradores na definição dos caminhos para o desenvolvimento sustentável de nossa cidade", disse o prefeito de Vitória, Luciano Rezende.

BID

A Rede de Monitoramento Cidadão é a quinta etapa do Programa Iniciativas Cidades Emergentes e Sustentáveis (Ices) do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), cujo objetivo é identificar, priorizar e estruturar projetos focados na melhora contínua da sustentabilidade ambiental, urbana e fiscal. O projeto é desenvolvido em Vitória desde 2013, em parceria com a Caixa, por meio do Fundo Socioambiental, e o Instituto Pólis, responsável pelo apoio técnico.

"A materialização dos investimentos apontados no Plano requer mecanismos de monitoramento. Temos de entender que o desenvolvimento socioeconômico viável, ambientalmente sustentável e inclusivo é uma construção coletiva. Precisa da participação do governo, da iniciativa privada, da sociedade civil e de todo tecido social para resolver os problemas existentes e seguir o rumo das cidades inteligentes", disse o especialista principal de modernização do Estado do BID, Dino Capriolo.

Inteligência

A Rede de Monitoramento Cidadão de Vitória vai acompanhar, ano a ano, os 137 indicadores técnicos do Vitória Sustentável, até a conclusão do programa. "Mais do que fiscalizar a execução de obras e investimentos, a Rede vai produzir inteligência, por meio de pesquisas de diferentes naturezas, estudos acadêmicos e parcerias", explicou Fernando Penedo, coordenador do Vitória Sustentável na agência executora do Plano, a Baobá – Práticas Sustentáveis.

Dados sobre direitos humanos, saúde, educação, meio ambiente e segurança, por exemplo, já foram levantados e estarão disponíveis para todos os cidadãos, no segundo semestre deste ano, por meio de um site e de um aplicativo, que estão em desenvolvimento. "Todo esse novo conhecimento será comparado e compartilhado com as outras cidades do Brasil e da América Latina e Caribe contempladas com o Programa do BID", disse.

"Estamos fazendo algo inovador. Um grande acordo com toda a sociedade para que o Plano vire realidade", disse o gerente executivo da Caixa no Espírito Santo, Jeferson Won Rondon Souza. Ele abriu sua apresentação citando Albert Einstein: "Insanidade é fazer as mesmas coisas esperando resultados diferentes".

O presidente da ONG ES em Ação, Aridelmo Teixeira, também elogiou o Plano, a metodologia e a Rede. "Aquilo que não se mede não se pode administrar, porque as ações ficam baseadas em opiniões e pontos de vista. Temos indicadores objetivos, e a população vai acompanhar a evolução da ação proposta", disse.


Para dúvidas ou informações sobre os serviços da Prefeitura, ligue 156 ou use o serviço on-line.


Voltar para o topo

Prefeitura Municipal de Vitória
Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, 1.927
Bento Ferreira, Vitória, ES - CEP: 29.050-945
Telefone: (27) 3382-6000 (Atendimento ao público de 12h às 19h)
Voltar ao topo do site