Prefeitura Municipal de Vitória

Atalhos de teclado:

Notícias

LIRAa aponta que recipientes domésticos são principais criadouros de mosquitos

Publicada em 08/05/2018, às 16h56 | Atualizada em 08/05/2018, às 18h21

Por Giovana Rebuli Santos (girsantos@vitoria.es.gov.br) | Com edição de Matheus Thebaldi


Diego Alves

Caixa d'água

Caixas d´água são potenciais criadouros do mosquito Aedes aegypti (Ampliar imagem)

A Secretaria Municipal de Saúde (Semus) monitora e combate os mosquitos mesmo quando a temperatura cai e os insetos incomodam menos.

O último Levantamento Rápido da Infestação do mosquito Aedes aegypti (LIRAa), realizado entre 23 e 27 de abril pelo Centro de Vigilância em Saúde Ambiental (CVSA), mostrou que os focos de mosquitos continuam tendo relação com hábitos das pessoas. Os principais criadouros são os vasos de plantas, os ralos de banheiro, o lixo descartado irregularmente e os tonéis de água.

O índice de infestação predial aponta que houve uma pequena redução de focos do Aedes aegypti na cidade em relação ao último levantamento, realizado em janeiro. Naquele mês, o LIRAa mostrou que a cada 100 imóveis 2,3 apresentavam focos do mosquito. Agora, o levantamento caiu para 2,1 imóveis.

Médio risco

Mesmo assim, o índice é considerado de médio risco, o que significa que a população não pode descuidar dos locais que tradicionalmente acumulam água. "A orientação é que as pessoas permaneçam realizando vistoria de suas casas e imóveis em geral pelo menos uma vez por semana para eliminar depósitos com água parada e, assim, romper o ciclo de vida do mosquito. Além dessas ações, a Prefeitura faz o tratamento dos criadouros naturais dos mosquitos silvestres e comuns, com aplicação de larvicida biológico", disse a gerente de Vigilância em Saúde, Arlete Frank Dutra.

O LIRAa é realizado quatro vezes por ano. O resultado apresenta a situação de risco dos bairros, divididos em 13 estratos, com os principais criadouros encontrados e o tipo de ação necessária para o controle do vetor. Nenhum bairro foi apontado como sendo de alto risco de infestação.

Ações

Para enfrentar esse cenário, o CVSA realiza ações de rotina, em especial, a visita domiciliar dos agentes de endemias, que fazem tratamento e eliminação de eventuais focos e orientam os moradores sobre medidas de prevenção. Além disso, realiza ações educativas nas comunidades, unidades de saúde, escolas e locais de grande movimentação.

Checklist

Os moradores devem ficar em alerta e podem realizar o checklist para combater os mosquitos. Ele também está disponível no aplicativo Vitória Online, no acesso "Combate à dengue". O munícipe escolher uma ação de combate a ser realizada semanalmente em sua residência.


Para dúvidas ou informações sobre os serviços da Prefeitura, ligue 156 ou use o serviço on-line.


Voltar para o topo

Prefeitura Municipal de Vitória
Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, 1.927
Bento Ferreira, Vitória, ES - CEP: 29.050-945
Telefone: (27) 3382-6000 (Atendimento ao público de 12h às 19h)
Voltar ao topo do site