Prefeitura Municipal de Vitória

Atalhos de teclado:

Notícias

Família Acolhedora promove capacitação e ganha novas adesões

Publicada em 02/03/2018, às 18h19 | Atualizada em 06/03/2018, às 14h19

Por Edlamara Conti (econti@vitoria.es.gov.br) | Com edição de SEGES/SUB-COM


Divulgação Semas

Jucilea e Adenilson de Souza abraçam J. Eles formam uma Família Acolhedora

Casal Jucilea e Adenilson de Souza garante afeto e carinho ao pequeno J.

Divulgação Semas

Jucilea e Adenilson de Souza abraçam J. Eles formam uma Família Acolhedora

"Foi a mudança mais radical que já passamos e estamos muito felizes por isso", disse Jucilea

Depois de 15 anos de casamento, Jucilea e Adenilson de Souza viram o estilo de vida, as rotinas e até a divisão da casa serem modificados por causa de J., de 8 anos de idade. "Foi a mudança mais radical que já passamos e estamos muito felizes por isso", disse Jucilea.

O casal entrou para o Programa Família Acolhedora, de acolhimento temporário de crianças afastadas da família de origem mediante determinação judicial. O programa é realizado pela Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), com o objetivo de proporcionar para os pequenos vivência em um ambiente familiar estruturado, afeto, cuidado e proteção.

Já o casal Liliana e Paulo Moraes preferiu receber dois irmãos, R., de 11 anos, e M., de 6. Para acompanhar o ritmo dos meninos e ficar mais tempo com eles, o casal está mudando até os horários de trabalho. Transtorno? "Não, só alegria!", diz Liliana.

"Passamos as férias com eles e foi muito bom para nos conhecermos melhor. Agora, é o momento da escola, de começarem uma atividade física e de entrarem em uma rotina. Assim vamos nos refazendo a cada dia", disse Paulo.

Capacitação

Neste sábado (3), será realizada uma capacitação para quatro casais candidatos ao programa. Para se integrar, há algumas etapas, que incluem entrevistas, visitas com acompanhamento e muito apoio psicossocial até a habilitação, de forma a ajustar as necessidades dos assistidos à rotina da nova casa.

Como ingressar

Para se tornar uma Família Acolhedora, é necessário residir em Vitória, ter entre 25 e 70 anos, boas condições de saúde física e mental e não ter pendências judiciais. Além disso, é preciso dispor de tempo para o convívio com a criança ou adolescente acolhido e participar das capacitações e encontros agendados pela equipe técnica do serviço.

A família também torna-se responsável por matricular na escola a criança ou adolescente, fazer acompanhamento na unidade de saúde e envolver o assistido em projetos de cultura, esporte e lazer oferecidos no município.

O acolhimento é temporário e tem duração de dois anos, em geral. O programa é desenvolvido em parceria com a Fundação Fé e Alegria e a família acolhedora recebe um auxílio financeiro para custear algumas despesas em sua residência. 

Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (27) 3019-8060 ou 99791-7199 ou pelo e-mail familiaacolhedora@fealegria.org.br

Carlos Antolini

Paulo e Liliana

Família Acolhedora: casal Paulo e Liliana acolheu e recebeu os irmãos R. e M. em seu lar (Ampliar imagem)

Carlos Antolini

Paulo e Liliana

"Passamos as férias com eles e foi muito bom para nos conhecermos melhor", contou Paulo (Ampliar imagem)


Para dúvidas ou informações sobre os serviços da Prefeitura, ligue 156 ou use o serviço on-line.


Voltar para o topo

Prefeitura Municipal de Vitória
Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, 1.927
Bento Ferreira, Vitória, ES - CEP: 29.050-945
Telefone: (27) 3382-6000 (Atendimento ao público de 12h às 19h)
Voltar ao topo do site