Prefeitura Municipal de Vitória

Atalhos de teclado:

Notícias

Exposição e minicurso dão continuidade a programação da Semana de Meio Ambiente

Publicada em 05/06/2018, às 09h00

Por Amilton Freixo de Brito (afbrito@vitoria.es.gov.br) | Com edição de Deyvison Longui


Divulgação PMV

Semana do Meio Ambiente

O evento vai contar com um minicurso sobre criação de abelhas sem ferrão em área urbana

A programação da Semana do Meio Ambiente prossegue nesta terça (5) e quarta-feira (6) das 13h às 17h no Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes), em Jucutuquara, com uma exposição do Projeto Abelhas Sem Ferrão e Oficina de Construção de Iscas para Multiplicação de Colônias de Abelhas Sem Ferrão.

O evento que será realizado em dois dias, é em parceria com a Associação de Meliponicultura do Espírito Santo (AME-ES) e prevê no primeiro dia exposição de fotos de abelhas nativas sem ferrão criadas no município de Vitória, bem como permitirá ao público presente a observação dessas abelhas em caixas racionais, divulgando o projeto de meliponicultura que é desenvolvido pela Secretaria de Meio Ambiente (Semmam) e a AME-ES do município.

Durante o evento será oferecido aos presentes um minicurso sobre criação de abelhas sem ferrão em área urbana, com oficina para confecção de ninho-isca. “Este minicurso será uma oportunidade para os visitantes e interessados conhecer o valor dos serviços ecossistêmicos desempenhados pelas abelhas nativas de Vitória, como atividade laboral, comercial e de lazer, dinamizando a economia local com participação de vários setores e com o apoio da prefeitura, através da Semmam”, destacou o secretário de Meio Ambiente, Luiz Emanuel Zouain.

Durante a realização da semana do meio ambiente em 2017, a Secretaria de Meio Ambiente (Semmam) lançou no Parque Natural do Mulembá, o primeiro meliponário Experimental Vale do Mulembá, que hoje conta com a participação de dezenas de membros das comunidades do entorno do parque.

Clique aqui e veja a programação completa.

Meliponicultura

A meliponicultura é a criação de abelhas nativas sem ferrão, que vem se destacando como atividade que permite conservação dos meliponíneos nativos, além de abranger qualquer gama social da comunidade e proporcionar geração de renda e lazer.

Com a meliponicultura, é possível criar abelhas para produção de mel em quase todos os locais que possibilitem essa cultura, sem riscos aos seres humanos e animais. Nesta fase experimental, a Semmam terá no Parque Mulembá cinco colônias, podendo aumento esse número conforme for o interesse da comunidade por essa cultura, que é praticamente nova no Espírito Santo.

Como atividade econômica, a meliponicultura é uma atividade sustentável e ecologicamente correta, pois as abelhas são partes integrantes do nosso ecossistema e da biodiversidade mundial.

Associação

A Associação dos Meliponicultores do Espírito Santo (AME – ES), criada em 20 de agosto de 2016, parceira no projeto junto com a Semmam, já tem conquistado a simpatia de muitos produtores e, em conjunto com parceiros locais, vem iniciando projetos de divulgação em Vitória e em outros municípios onde conta com caixas racionais de criação de abelhas sem ferrão demonstrativas e de geração de renda.

A AME-ES, no desenvolvimento de suas atividades, congrega atualmente mais de 40 associados, que criam, em meliponários urbanos e rurais, aproximadamente 23 diferentes espécies de abelhas sem ferrão, entre as 45 diferentes espécies conhecidas de ocorrência em nosso Estado.


Para dúvidas ou informações sobre os serviços da Prefeitura, ligue 156 ou use o serviço on-line.


Voltar para o topo

Prefeitura Municipal de Vitória
Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, 1.927
Bento Ferreira, Vitória, ES - CEP: 29.050-945
Telefone: (27) 3382-6000 (Atendimento ao público de 12h às 19h)
Voltar ao topo do site