Prefeitura Municipal de Vitória

Atalhos de teclado:

Notícias

Escola da Vida ajuda na inserção de várias pessoas no mercado de trabalho

Publicada em 06/04/2017, às 18h24

Por Patrícia Arruda (pasantana@vitoria.es.gov.br) | Com edição de Matheus Thebaldi


Douglas Schneider

Prédio com placa

Escola da Vida promove a reinserção social de pessoas que viviam em situação de rua

André Sobral

Escola da Vida

Espaço promove cursos, oficinas e diferentes atividades para desenvolver aptidões e fortalecer habilidades empreendedores dos usuários (Ampliar imagem)

A Escola da Vida, localizada na Grande São Pedro, já ajudou a transformar a vida de dezenas de pessoas em situação de risco social. Elas já viveram nas ruas, conseguiram superar as dificuldades, estão reinseridas no convívio social e no mercado de trabalho e tornaram-se protagonistas de suas vidas.

Após viver três anos nas ruas, Mauricio Souza Rodrigues, 26, conta que está escrevendo um novo capítulo em sua história. Ele foi uma das pessoas encaminhadas pelo Centro Pop para a Escola da Vida, onde participou de cursos e oficinas de capacitação. Hoje, trabalha no atendimento de uma das maiores redes de fast food do mundo.

"Saí de Minas Gerais depois que perdi minha mãe. Vim para Vitória em busca de novas oportunidades, mas acabei me envolvendo com coisas erradas, não consegui emprego e fiquei nas ruas por três anos. Foi um período muito difícil. Não tinha esperança de ter uma nova oportunidade. A Escola da Vida me ajudou a virar essa página", disse.

O atendente revela que não pretende parar por aí e que pretende participar de outros cursos de capacitação. Além disso, graças a uma parceria do projeto com uma autoescola de Vitória, ele agora se prepara para tirar a habilitação de motorista e vislumbrar novas oportunidades no mercado de trabalho.

"Para deixar a situação de rua, primeiro a gente tem que querer. Só depois que eu aceitei os serviços passei a acreditar que poderia ser possível seguir em frente e mudar de vida. Estou muito feliz e agradecido. Com a carteira de motorista, vou ampliar o meu leque de oportunidades e poderei trabalhar em outra área".

Imagem divulgação

Escola da Vida

Após viver três anos nas ruas, Mauricio Souza Rodrigues foi inserido na Escola da Vida e hoje já tem um emprego (Ampliar imagem)

André Sobral

FEIRA DA ESCOLA DA VIDA: EMPREENDER É PRECISO

Guiomedce Gomes Paixão passou pelo projeto e conseguiu abrir o seu estúdio de fotografia (Ampliar imagem)

Fotografia

Quem também conseguiu voltar para o convívio social e caminha por novos rumos depois de passar pela Escola da Vida é Guiomedce Gomes Paixão, 45. "A pessoa em situação de rua fica desconectada do mundo. Perde as relações com a família e os amigos. A autoestima acaba e o caminho é de escuridão. Na Escola da Vida, desenvolvi uma habilidade empreendedora, consegui abrir meu estúdio de fotografia e trabalho como autônomo. Além disso, o projeto me permitiu fazer uma nova rede de relacionamentos e resgatar antigas relações", disse.

Referência

O prefeito Luciano Rezende destaca a importância e pioneirismo do projeto, que tem servido de referência para todo o País. "A Escola da Vida é um projeto único no Brasil. É a porta de reinserção no trabalho e na família para quem estava nas ruas. Mesmo com a grave crise econômica, nossa gestão já acolheu 65% das pessoas que estavam nas ruas em nossa cidade", destacou.

Escola da Vida

O espaço realiza o atendimento a pessoas em situação de rua na capital e atua de forma articulada com os demais projetos do programa “Onde Anda Você?” como acolhimento, tratamento de saúde, educação básica, aluguel social, atividades esportivas e culturais.

A secretária municipal de Assistência Social, Iohana Kroehling, destaca que o espaço é referência para identificar, desenvolver e fortalecer habilidades empreendedoras das pessoas em situação de risco social.

"Os usuários da Escola da Vida são encaminhados pelos serviços da Assistência Social e da Saúde com vistas à reinserção social, comunitária e no mundo de trabalho. Temos diversos casos de sucesso, inclusive de usuários que hoje trabalham como autônomos e atuam como fotógrafo, pedreiro e jardineiro", disse.

Atividades

Na Escola da Vida são desenvolvidas diversas atividades coletivas e individuais visando fortalecer a capacidade de expressão, autoconhecimento, autoconfiança, autoestima, ampliação do capital cultural, estímulo à leitura e à escrita, criatividade, interesse por novas aprendizagens, a partir de palestras sobre empreendedorismo, oficinas de projetos de vida, de criatividade, de liderança, de leitura, de palavras, rodas de conversas, além de espaços de sarau de poesias, rodas de rimas, exposições, cineclube, cursos, entre outras.

Parcerias

Paralelo a essas atividades, o projeto faz a articulação com a rede de serviços da cidade, pública e privada, para encaminhamento dos usuários ao mercado de trabalho, seja como autônomos ou empregados. A previsão é de que no mês de maio seja lançada a oficina de mecânica básica de automóveis.

Carlos Antolini

Curso de sabonetes

André Sobral

FEIRA DA ESCOLA DA VIDA: EMPREENDER É PRECISO

(Ampliar imagem)


Para dúvidas ou informações sobre os serviços da Prefeitura, ligue 156 ou use o serviço on-line.


Voltar para o topo

Prefeitura Municipal de Vitória
Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, 1.927
Bento Ferreira, Vitória, ES - CEP: 29.050-945
Telefone: (27) 3382-6000 (Atendimento ao público de 12h às 19h)
Voltar ao topo do site