Prefeitura Municipal de Vitória

Atalhos de teclado:

Notícias

Chuvas: ações de prevenção e trabalhos em várias frentes evitam transtornos

Publicada em 05/02/2018, às 16h02

Por Matheus Thebaldi (mgthebaldi@vitoria.es.gov.br) | Com edição de Matheus Thebaldi


Carlos Antolini

Garis limpando o bueiro

Trabalho de limpeza de bueiros é realizado de forma contínua

Central de Serviços

Central de Serviços

Equipes fazem manutenção e desobstrução permanentes das redes de drenagem (Ampliar imagem)

Para evitar alagamentos na cidade em períodos de chuva, a Prefeitura de Vitória executa várias ações preventivas e atua em várias frentes. 

Bueiros

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Serviços Urbanos (Semmam), através da Gerência de Limpeza Urbana, mantém em plena atividade equipes de trabalhos complementares na cidade. Funcionários ficam responsáveis pela limpeza permanente dos bueiros das ruas e avenidas. Faça chuva ou sol, as equipes estão nas vias diariamente para executar os serviços.

"Esse pessoal faz os trabalhos de capina, roçagem de matagais e outras ações. Uma das principais atividades é a limpeza de bueiros. Dentro dos bueiros encontramos um pouco de todo tipo de resíduos que são descartados de forma errada nas ruas e vão parar nas galerias pluviais", destacou o titular da Semmam, Luiz Emanuel Zouain.

Se o munícipe desejar informar algum bueiro que precisa ser limpo, basta acionar o Fala Vitória 156 e fazer o registro da solicitação.

"Não adianta limparmos todos os dias os bueiros e todos os dias encontrarmos sacos plásticos, garrafas e copos plásticos lá dentro, que, juntamente com as folhas, acabam causando entupimento das redes. É preciso cada um fazer a sua parte", destacou o secretário.

Prontidão

Além disso, a Semmam sempre mantém garis prontos para entrar em ação quando solicitado pela Defesa Civil em caso de muitas chuvas e em áreas de risco, como nas encostas e morros.

Rede de drenagem

A Central de Serviços atua diariamente para minimizar os efeitos das chuvas. A varrição das vias e o trabalho de manutenção e desobstrução das redes de drenagem não impedem que, durante fortes pancadas de chuvas, pontos de alagamento apareçam. Para resolver o problema, as equipes ficam de prontidão.

As equipes vão até os pontos de alagamento na tentativa de identificar o problema pontual e resolvê-lo de imediato. Muito lixo tem sido encontrado obstruindo as caixas-ralo, que recebem as águas das chuvas.

Buracos

O peso dos veículos, principalmente caminhões e ônibus, eventualmente provoca buracos nas redes de drenagem da cidade. São 25 mil caixas-ralo e outros milhares de poços de visita em Vitória. A operação tapa-buracos é realizada diariamente.

Para vistoriar esses equipamentos, a cidade é dividida em nove regiões. Técnicos de nove bases localizadas nos bairros são responsáveis pelas vistorias. Mas a população pode ajudar. A comunicação imediata contribui para manter a segurança nas vias.

O aviso pode partir de uma ligação para o Fala Vitória 156 ou do aplicativo. A sinalização do local é rápida. O reparo é feito em, no máximo, 48 horas.

Estações de bombeamento

Em caso de chuvas fortes, as estações de bombeamento de Vitória são acionadas automaticamente para escoar a água para o mar. 

Em Vitória, três estações de bombeamento operam 24 horas por dia retirando das galerias as águas das chuvas. O principal motivo dos pontos de alagamento é o acúmulo de lixo, que impede a entrada da água na rede de drenagem.

  • Estação Doutor Antônio Ferreira da Silva Pinto: na rua Cândido Portinari, no bairro Santa Luiza. Com capacidade de bombear 33.000 litros por segundo, atende 17 bairros da Grande Maruípe e a galeria da avenida Leitão da Silva. Conta com sete bombas de 4.800 mil litros por segundo. Sua operação é controlada por um conjunto de sensores e um software que supervisiona a rede e liga ou desliga as bombas de acordo com a programação. Com a ampliação das galerias, cujas obras estão em andamento, passará a atender os bairros situados na maior bacia de drenagem da cidade: Barro Vermelho, Bonfim, Consolação, Bairro da Penha, Bairro de Lourdes, Fradinhos, Gurigica, Itararé, Joana D'Arc, Maruípe, Praia do Canto, Santa Lúcia, Santa Luíza, Santos Dumont, São Benedito, São Cristóvão e Tabuazeiro.
  • Estação Praia do Canto: atende a bacia de drenagem do mesmo nome, tendo como limites as avenidas Nossa Senhora da Penha, Saturnino de Brito e Américo Buaiz. É uma das mais antigas estações de bombeamento da cidade. Operação supervisionada 24 horas por um operador. São três bombas com capacidade para 250 litros por segundo cada.
  • Estação Bento Ferreira/Santa Lúcia: retira 12.200 litros por segundo de água das chuvas. São cinco bombas de 1.000 litros por segundo e quatro bombas de 1.800 litros por segundo, com operação manual 24 horas. Atende os bairros Bento Ferreira, Ilha de Santa Maria, Ilha de Monte Belo, Praia do Suá, Santa Lúcia, Consolação, Nazareth e Bairro de Lourdes.

Defesa Civil

A Defesa Civil mantém um esquema de plantão e vistoria de áreas de risco na capital. Uma equipe do órgão está 24 horas de prontidão para atender a qualquer demanda da população. O munícipe pode acionar o plantão através do telefone (27) 98818-4432.

Central de Serviços

Central de Serviços

Operários estão nas ruas diariamente para realizar a operação tapa-buracos (Ampliar imagem)

Elizabeth Nader

Bombas de vazão de água da Estação de Bombeamento Cândido Portinari

Em caso de chuvas fortes, as estações de bombeamento de Vitória são acionadas automaticamente para escoar a água para o mar


Para dúvidas ou informações sobre os serviços da Prefeitura, ligue 156 ou use o serviço on-line.


Voltar para o topo

Prefeitura Municipal de Vitória
Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, 1.927
Bento Ferreira, Vitória, ES - CEP: 29.050-945
Telefone: (27) 3382-6000 (Atendimento ao público de 12h às 19h)
Voltar ao topo do site