Prefeitura Municipal de Vitória

Atalhos de teclado:

Notícias

Carro fumacê circula por 32 bairros para combater mosquitos

Publicada em 07/06/2018, às 18h38

Por Giovana Rebuli Santos (girsantos@vitoria.es.gov.br) | Com edição de Matheus Thebaldi


André Sobral

Carro Fumacê

Fumacê utiliza a técnica UBV Pesado para combater o mosquito Aedes aegypti (Ampliar imagem)

Mesmo com menos chuvas e com a temperatura mais amena, a preocupação com o mosquito Aedes aegypti não diminui. Por isso, a Secretaria Municipal de Saúde (Semus) já fez toda a programação para aplicação espacial de Ultra Baixo Volume (UBV), por meio do carro fumacê, durante o mês de junho.

Nesta semana, o fumacê está percorrendo as ruas dos bairros Resistência, Conquista, Nova Palestina, São Pedro, Comdusa, Santos Reis, Grande Vitória, Universitário, Santo Antônio e Ariovaldo Favalessa, em diferentes horários. Veja o roteiro.

A partir da próxima segunda-feira (11), será a vez de Mário Cypreste, Ilha do Príncipe, Caratoíra, Forte São João, Cruzamento, Romão, Ilha de Santa Maria, Ilha de Monte Belo, Bento Ferreira, Praia do Suá e Jesus de Nazareth.

O roteiro, que foi elaborado pelo Centro de Vigilância em Saúde Ambiental (CVSA), contempla os bairros que apresentaram maior incidência de casos das doenças transmitidas pelo Aedes aegypti, como dengue, zika e chikungunya, quantidade de mosquitos nas armadilhas de monitoramento e reclamações recebidas pelo Fala Vitória 156.

Criadouros

O último Levantamento Rápido da Infestação do mosquito Aedes aegypti (LIRAa), realizado entre 23 e 27 de abril pelo CVSA, mostrou que os focos de mosquitos continuam tendo relação com os hábitos dos moradores. Os principais criadouros são os vasos de plantas, os ralos de banheiro, o lixo descartado irregularmente e os tonéis de água.

O índice de infestação predial apontou que houve uma pequena redução de focos do Aedes aegypti na cidade em relação ao último levantamento, realizado em janeiro. Naquele mês, o LIRAa mostrou que, a cada 100 imóveis, 2,3 apresentavam focos do mosquito. Agora, o levantamento caiu para 2,1 imóveis.

O diretor do CVSA, Manoel Coutinho, ressalta que a população precisa ficar vigilante. "Nossa orientação é de que as pessoas criem a rotina de sempre vistoriar suas casas, quintais, imóveis, eliminando possíveis depósitos de água parada e assim romper o ciclo de vida do mosquito", afirmou.

Outras ações

Além de programar e organizar o uso do fumacê na cidade, o Centro de Vigilância em Saúde Ambiental também promove ações educativas nas comunidades, unidades de saúde, escolas e locais de grande movimentação.

O CVSA também realiza regularmente ações de controle da população de mosquitos, por meio do combate às formas larvárias e aos mosquitos adultos, com a realização de vistorias, tratamentos biológicos e monitoramento desse inseto.

Check list

Os moradores devem ficar em alerta e podem realizar o check list para combater os mosquitos. Ele também está disponível no aplicativo Vitória Online, no acesso "Combate à dengue". O munícipe escolhe uma ação de combate a ser realizada semanalmente em sua residência.


Para dúvidas ou informações sobre os serviços da Prefeitura, ligue 156 ou use o serviço on-line.


Voltar para o topo

Prefeitura Municipal de Vitória
Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, 1.927
Bento Ferreira, Vitória, ES - CEP: 29.050-945
Telefone: (27) 3382-6000 (Atendimento ao público de 12h às 19h)
Voltar ao topo do site