Prefeitura Municipal de Vitória

Atalhos de teclado:

Notícias

Campanha de guarda responsável trata de doação de sangue de animais

Publicada em 07/05/2018, às 17h11

Por Amilton Freixo de Brito (afbrito@vitoria.es.gov.br) | Com edição de Matheus Thebaldi


Divulgação Semmam

Guarda responsável de animais

Campanha conscientiza os tutores sobre a importância da doação de sangue entre animais (Ampliar imagem)

O projeto de Educação Ambiental para a guarda responsável de animais domésticos entra em seu 11º mês de ações, desta vez com o tema "Doação de sangue animal".

As atividades são desenvolvidas pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semmam), através da Gerência de Educação Ambiental, com apoio da Gerência de Bem-Estar Animal e do Centro de Vigilância em Saúde Ambiental (CVSA) da Secretaria Municipal de Saúde (Semus).

Transfusão

Animais também podem precisar de transfusão de sangue por diversos motivos de saúde. São necessários doadores de sangue e quem possibilita isso é o tutor do pet, quando, por meio de um ato de solidariedade, amor e caridade, disponibiliza o seu animal como doador e ajuda a salvar a vida de outros bichos.

Além de não sofrer efeitos colaterais, o animal saudável e com condições adequadas pode se tornar um doador periódico, geralmente a cada três meses. Outro fator positivo é que, para saber se o animal tem potencial para ser doador, é necessário que ele passe por uma série de exames.

Um cão pode doar, em média, 450ml de sangue e um gato, de 20 a 40ml. Quanto mais doadores, maior a variedade de sangue estocado e mais animais podem ser salvos.

Critérios para doação de sangue animal

A coleta do sangue é feita pela veia jugular, ou seja, pelo pescoço do animal. Por isso, é importante que ele seja dócil e esteja tranquilo. Em animais mais agitados, é possível fazer uma sedação leve para o procedimento ser realizado.

Para doar, o animal deve:

  • Ser saudável;
  • Ter entre 1 e 8 anos de idade;
  • Não possuir nenhuma doença infecciosa;
  • Ser vacinado, vermifugado e desparasitado;
  • Não tomar nenhuma medicação, além dos desparasitantes;
  • Não ter histórico de doenças graves;
  • Não apresentar sopro cardíaco ou algum outro problema no coração;
  • Não ter recebido transfusão de sangue;
  • Não ser obeso;
  • Em caso de fêmea, não pode estar prenhe nem no cio.

Especificamente para cães, o animal deve pesar acima de 30kg, não ter ocorrência de carrapato recentemente e ser negativo para a doença do carrapato. No caso de gatos, as especificidades são de pesar acima de 3,5kg, ser criado dentro de casa, sem ter acesso à rua, ser alimentado com ração e ser negativo para FIV/FeLV (Leucemia felina).

Curiosidades

Cães possuem mais de 20 tipos sanguíneos, sendo os 1.1, 1.2, 3, 4, 5 e 7 os mais importantes para a transfusão.

Algumas raças caninas estão mais aptas para serem doadoras, como a raça Galgo, por possuírem tipo sanguíneo universal, ou seja, podem doar para qualquer outra raça,

Gatos possuem três tipos sanguíneos: A, B e AB, sendo o A o mais comum.

Algumas clínicas veterinárias realizam a coleta e o armazenamento de sangue.
Procure saber com o médico veterinário que atende o seu animal.
Doar sangue é um ato de solidariedade do tutor. 


Para dúvidas ou informações sobre os serviços da Prefeitura, ligue 156 ou use o serviço on-line.


Voltar para o topo

Prefeitura Municipal de Vitória
Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, 1.927
Bento Ferreira, Vitória, ES - CEP: 29.050-945
Telefone: (27) 3382-6000 (Atendimento ao público de 12h às 19h)
Voltar ao topo do site