Prefeitura Municipal de Vitória

Atalhos de teclado:

Acesso rápido

Notícias

Assistência Social faz cadastro de famílias que acamparam na Casa do Cidadão

Publicada em 11/05/2017, às 13h27


Diego Alves

Vitória de todas as cores

CadÚnico mostra quais famílias necessitam de ajuda para sair de situações de vulnerabilidade para serem inseridas em programas sociais (Ampliar imagem)

A Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) realiza, nesta sexta-feira (12), o Cadastro Único do Governo Federal (CadÚnico) das famílias que estavam ocupando a Casa do Cidadão, em Itararé. A medida faz parte do acordo assinado com o grupo no último dia 5 de maio e acontecerá em quatro equipamentos públicos da capital, em forma de mutirão:

  • Centro de Referência de Assistência Social (Cras) de Itararé: rua das Palmeiras, 305, Itararé (próximo ao
    Extrabom
  • Cajun de Engenharia/Itararé: beco João Luiz Mattos, 16, Itararé
  • Cras de Santa Martha: rua Emilio Ferreira da Silva, 160, Andorinhas (em cima da US Andorinhas)
  • Cajun de Andorinhas: servidão Theodorico Rosa do Nascimento, s/nº, Andorinhas

Lista

A liderança do movimento das pessoas que estavam acampadas na Casa do Cidadão apresentou à Prefeitura uma lista contendo o nome de 246 famílias, das quais 118 não tinham ainda o cadastro no CadÚnico. Para essas famílias, foram agendados horários e locais para atendimento no mutirão desta sexta (12), das 8 às 17 horas.

A Semas organizou a lista recebida e entregou à liderança do movimento um material para cada família contendo o nome da pessoa referência da família, local, horário e data do atendimento, bem como os documentos a serem apresentados.

CadÚnico

O CadÚnico é um sistema que contém informações sobre as famílias brasileiras de baixa renda por meio de dados que mostram a realidade socioeconômica, com informações de todo o núcleo familiar, das formas de acesso a serviços públicos essenciais e, ainda, dados de cada um dos componentes do grupo familiar.

Considera-se família de baixa renda aquela que possui renda mensal de até meio salário mínimo per capita ou renda mensal total de até três salários mínimos, ou seja, que a soma de todos os salários do grupo familiar seja de até três salários mínimos.

Com base nas informações registradas no CadÚnico, é possível identificar quem deve ter atendimento prioritário e quais famílias necessitam emergencialmente de ajuda para sair de situações de vulnerabilidade.

O cadastro fica no sistema do governo para sempre, mas deve ser atualizado com regularidade para que as famílias possam participar dos programas sociais. Com essas informações, o governo pode avaliar quantas ainda vivem em situações precárias e, assim, promover mais iniciativas que melhorem a qualidade de vida dessas pessoas. 

A maioria dos programas sociais exige o cadastro no CadÚnico para que as famílias possam se inscrever. Isso acontece porque são cruzadas as informações prestadas na inscrição com as do cadastro. Podendo ser utilizado tanto para programas do governo federal quanto para os estaduais ou municipais, o CadÚnico acaba sendo também critério e forma de seleção em programas sociais.


Informações à imprensa:

SEGES/SUB-COM - Prefeitura de Vitória | Para dúvidas ou informações, use o Fala Vitória 156.

Com edição de SEGES/SUB-COM - Prefeitura de Vitória

Com colaboração de Rejane Gandini Fialho


Voltar para o topo

Prefeitura Municipal de Vitória
Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, 1927
Bento Ferreira, Vitória, ES - CEP: 29.050-945
Telefone: (27) 3382-6000 (Atendimento ao público de 12h às 19h)
Voltar ao topo do site